Censura da Wikipédia

From WikiBr
Revision as of 03:09, 20 July 2021 by Leonardo Stoppa (talk | contribs) (uma edição)
Jump to navigation Jump to search
Carlos Orsi foi censurado pela Wikipédiapt após atuar contra o negacionísmo
Carlos Orsi[1]

Entenda censura ideológica da Wikipédia Brasil

Muitos artistas, escritores e comunicadores e até editoras da corrente contra hegemônica sofrem censura do Wikipédia Brasil e possuem seus verbetes ou biografias excluídos ou proibidos pela plataforma. A censura ideológica funciona porque a Wikipédia é uma plataforma construída de forma colaborativa, e a definição de quais verbetes serão permitidos ou não é uma prerrogativa dos administradores, que são pessoas comuns, que são elevadas a este nível pelos demais administradores da plataforma.

Assim, a censura acontece de forma estrutural: Os administradores da plataforma não promovem ao status de administrador aquele editor com viés imparcial ou mesmo contra hegemônico, e com isso, editores são incentivados a não criarem artigos ou verbetes que possam dar visibilidade aos autores, artistas ou mesmo instituições contrárias aos interesses do liberalismo.

Por tratar-se de uma plataforma “livre”, é comum que escritores ou mesmo agências tentem criar biografias ou verbetes, porém, os verbetes que versem sobre os “censurados” pela Wikipédia Brasil são imediatamente eliminados pelos administradores sob a justificativa de que os verbetes teriam sido criados sem a citação de fonte fidedigna.

Fonte fidedigna para os administradores da plataforma são as empresas ligadas à corrente hegemônica, logo, não importa a produção acadêmica do biografado, a qualidade de sua pesquisa ou a relevância ou alcance do seu trabalho. Para estar no Wikipédia é preciso ter sido citado na Globo, na Folha, no Estadão, na Veja ou qualquer outro veículo conectado ao discurso liberal. Por outro lado, todos os veículos de imprensa com discurso contra hegemônico são considerados fontes não fidedignas. Para contextualizar com um exemplo bem conhecido no campo progressista, vamos pegar o site de notícias Brasil247, com alcance mensal de 80 milhões de pessoas, para a Wikipédia NÃO É fonte fidedigna! Vamos então a um caso conhecido, o julgamento do ex. presidente Lula.

Durante todo o processo de perseguição do ex. presidente Lula através da operação Lava Jato, a Globo e demais fontes fidedignas garantiram que não havia imparcialidade por parte do ex. Juiz Sérgio Moro, assim como as fontes fidedignas do Wikipédia ridicularizavam qualquer informação jurídica trazidas pelos veículos contra hegemônicos, como interesses dos EUA na Lava Jato, incompetência territorial do juízo de Curitiba e os interesses eleitorais por trás da atuação de Sérgio Moro.

Hoje, superado o assunto, o STF Julgou o juízo de Curitiba como incompetente para todos os casos envolvendo o ex. presidente Lula, Sérgio Moro foi condenado por parcialidade e já surgiram as provas do envolvimento dos Estados Unidos na cooperação ilegal com a Lava Jato, inclusive por interesses financeiros de acionistas da Petrobrás, que receberam grande quantia em dinheiro do Brasil, em face da operação Lava Jato.

Observem que a fonte fidedigna do Wikipédia foi a que durante todo tempo estava errada, porém, o Brasil247, que não é fonte fidedigna para a plataforma, trouxe as informações hoje pacificadas pelo STF, desde o início do processo contra o Ex. presidente Lula.

Claro que são muitos os casos, mas como este trazido é público e notório, é possível perceber como não há pertinência no critério adotado pelos administradores da plataforma, e que, sem dúvidas, existe um controle ideológico, ou, um “guardião” definindo quem pode estar no Wikipédia, mas, qual o resultado disso?

Quase todas as plataformas de comunicação encontram-se atualmente sob controle do capital, impondo e divulgando o discurso liberal. Ao excluir autores, artistas e comunicadores contra hegemônicos a Wikipédia contribui para a perpetuação do discurso, escondendo e silenciando a contra narrativa, tornando verdade o que é dito por uma parte neste processo de debate político ideológico. A melhor forma de definir a Wikipédia é comparando-a com um processo inquisitorial, nos moldes da igreja católica na idade média: Não há contraditório, e se não há contraditório, nem sonhe com ampla defesa. A palavra final é ao mesmo tempo a única porque a outra parte do discurso político sequer tem voz para se defender, então, vamos aos resultados sociais.

Estamos num país cada vez mais colonizado, aprofundando na desindustrialização e normalizando o mantra global de que “o agro é pop”. A juventude de hoje, que infelizmente acredita ser o Wikipédia uma fonte de pesquisa, só encontra na plataforma um lado do discurso, e sem oportunidade de ouvir a outra parte, vamos criando um Brasil que cada vez mais normaliza sua condição de país rural, subserviente aos Estados Unidos, incapaz de gerir sua própria riqueza, e que possui um estado gigante e por isso precisa privatizar tudo. Sim! O Wikipédia é um caminho que nos leva à “síndrome de vira-latas”, mas, poderia ser diferente?

Não! Todas as plataformas estadunidenses são criadas com uma camada superficial de neutralidade, porém, todas carregam a intenção de propagar o “american way of life”, junto com a ideia de que são eles, os estadunidenses, os naturalmente dotados de legitimidade para “governar o mundo, para o bem de todos”.

Infelizmente nem os editores voluntários do Wikipédia sabem disso. A coisa acontece de forma subliminar… Assim como ratos em laboratório são treinados para reagirem a punições e recompensas, o mesmo acontece com os escravos da plataforma: Ao contribuírem expondo um liberal, o artigo é aprovado e o editor fica “bem com a galera”, porém, se a biografia de um subversivo, defensor da soberania nacional é criada, esta é derrubada por falta de fontes fidedignas, irrelevância enciclopédica ou qualquer outro motivo, então, assim como um rato que toma choque quando vai para o caminho errado, o editor vai aprender o que deve fazer para ganhar o queijo, e o que não pode fazer, se não, toma choque.